935120500
|
 220120500
 
Contracepção de Emergência - Farmacêutico Online

O que é?


A contracepção de emergência continua a ser um tema polémico a nível global.

Anualmente, entre todas as mulheres em idade fértil, 80 milhões têm gravidezes não planeadas ou não desejadas. Entre as 40 milhões de mulheres que põem termo à gravidez, 68.000 acabam por falecer devido a complicações do aborto.

Segundo o Inquérito Nacional de Saúde 2007, em Portugal mais de 85% das mulheres não grávidas e sexualmente activas usam alguma medida para o controlo da natalidade, embora ainda 15% não utilizem qualquer precaução.

No nosso país, 1/3 das mulheres portuguesas tiveram, pelo menos, uma gravidez indesejada e, apesar dos esforços de divulgação e informação sobre a importância do uso de contraceptivos junto dos jovens, Portugal é ainda um dos países europeus com maior taxa de adolescentes grávidas: 1 em cada 20 nascimentos são de mãe adolescente.

A utilização da contracepção hormonal de emergência é um tema actual, polémico e em discussão na sociedade, pelo que tem sido alvo de acompanhamento permanente e participação por parte de profissionais de saúde como médicos e farmacêuticos.

Assim, também nesta matéria, como em todas as relacionadas com a utilização racional da terapêutica medicamentosa, cabe ao farmacêutico, em articulação estreita com os outros profissionais de saúde e com a sociedade, contribuir para que se encontrem as soluções que vão de encontro às necessidades e aos anseios da população.

As soluções passam, em larga medida, pela grande importância que assume a formação da população em geral na área da educação sexual, garantindo simultaneamente o apoio e informação sobre planeamento familiar. São estes os instrumentos a utilizar na salvaguarda da utilização deste método contraceptivo, de emergência por natureza, visto além de outros aspectos, este não permitir evitar sempre a gravidez, ao que acresce não ser um método de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.
 
A contracepção de emergência não previne uma gravidez em todos os casos.


É importante perceber que a contracepção de emergência é um método ocasional, em caso algum deve substituir um método contraceptivo regular.

Em caso de dúvida consulte o seu médico ou farmacêutico.
 


Tem de preencher o seu email, a categoria e a sua pergunta.
A sua mensagem foi enviada correctamente, responderemos com a maior celeridade
  
voltar para a página anterior.


Farmácia Ferreira da Silva - todos os direitos reservados

seara.com